07/05/2022 Moda

Vestido de festa plus size rosa: a busca pelo que serve

Encontrar um vestido de festa plus size rosa deveria ser fácil, né? Eu trabalho com moda plus size, sou produtora, estilista, jornalista, moro na maior capital do Brasil e não deveria ser um problema, para mim, encontrar um vestido de festa plus size, com estilo e acessível. Ledo engano!

Rúbia, minha melhor amiga do mundo todinho, vai se casar no fim de maio. Serei madrinha. No convite, ela fez a exigência que as madrinhas usassem vestidos de festa na cor rosa. Eu logo surtei:

“Eu de rosinha, branca desse jeito e pesando 100kg vou ficar parecida com a Peppa Pig!”

Rúbia ama rosa. Tudo dela é rosa, como uma verdadeira linda, romântica e doce menina, que não cresce nunca. Eu brinco, digo que ela é brega, só para encher o saco, mas a verdade é que não imaginaria Rúbia se casando sem que um show de cor-de-rosa invadisse nossas vistas e corações. Além disso, dos males o menor. O cor-de-rosa está super em alta, teoricamente, deveria ser mais fácil de encontrar.

Com muito custo, convenci minha amiga a aceitar que as madrinhas escolhessem tons de rosa dentro de uma tabela de tons de rosa mais ampla, do rosinha bem claro, passando pelo rosa queimado e finalizando nos tons de pink. Assim, cada uma estaria confortável e feliz com a tonalidade que mais gostasse.

Mandei, para ela, inúmeras fotos de madrinhas em um degradê de cor-de-rosa, transformando o altar em um verdadeiro arco-íris da Penélope Charmosa. Meu toque de amiga (ou lavagem cerebral) deu certo!

Pessoalmente, queria usar um vestido em algum tom de pink, ou até um tom rosa-chiclete-funkeira-empoderada. Um tom de rosa forte, fashion e com personalidade. Quando imaginava um modelo de vestido de festa plus size rosa, para madrinha, desejava algo sem brilho, já que o casamento será pela manhã, mas que trouxesse alguma sofisticação. Também gostaria de um decote bem generoso, talvez uma fenda, um modelo moderno.

Arthur Caliman

Meu primeiro passo na busca pelo vestido ideal foi contatar a loja do renomado estilista Arthur Caliman. Os modelos de vestido de festa plus size dele são incríveis, super bem acabados, em execelentes tecidos, e mesmo os mais simples muito sofisticados, sem contar que, com tempo, podem ser adaptados às cores que escolhemos. Mas, para mim, que estou saindo da crise da pandemia bem falida, parecia – e é! – um sonho impossível. Os vestidos custam de R$1800 a R$4000.

Vestidos de festa plus size em tons de rosa da grife Arthur Caliman

Peças exclusivas

Minha segunda ideia foi a de mandar fazer um look exclusivo. Falei com minha amiga Suzane Barbosa, que faz corsets incríveis e passei duas imagens de referência para ela se inspirar, de lojas que não fabricam para mulheres gordas .

Queria fazer um corset estilo top, de cetim pink, com laços nos ombros, acompanhado de uma saia evasê de cintura alta, como as da minha marca Maria Abacaxita, só que longa, e no mesmo tecido. Madrinha gorda de barriguinha de fora, sim!

O custo da mão-de-obra das duas peças chegava a R$500. Não é caro, se tratando de peças bem elaboradas, exclusivas, com um acabamento primoroso. Mas, eu teria que ter encomendado com antecedência, comprar mais os tecidos, que para um corpão de quase 100kg e 1,72m não sairiam baratos. E, não tinha como bancar todo esse custo com a antecedência mínima necessária.

Corpetes: à esquerda modelo Amazon, à direita modelo @blummerstore

New Star Fashion – loja de locação de vestidos de festa

Já minha terceira opção em busca do vestido de festa plus size rosa, para madrinhas, foi visitar uma loja de aluguel. Porém, não existe, em São Paulo, uma loja exclusiva de aluguel de vestidos de festa plus size. Lembrei da Avenida Leôncio de Magalhães, no bairro Jardim São Paulo, que tinha dezenas e mais dezenas de loja de vestido de festa para locação. Inclusive, foi lá que eu loquei meu vestido de formatura.

Para minha surpresa, a maioria das lojas havia fechado.  Algo muito triste de se ver. Há, atualmente, uma meia dúzia de lojas que locam vestidos de festa por lá. Em quase todas elas, não tive a mínima vontade de entrar. Tinham uma aparência decadente, com suas fachadas deterioradas, ou então, com vestidos de gosto muito duvidoso na vitrine. Observei detalhes como acabamento, também notei que eles tinham aquela cara de vestido que já foi usado um milhão de vezes e que já mereciam uma aposentadoria digna e não mais essa exposição vergonhosa na vitrine.

Eu, de vestido de festa plus size rosa, na New Star Fashion

Só em uma loja eu tive o desejo de entrar: New Star Fashion, que fica no número 959 da Avenida Leôncio de Magalhães, bem próxima à estação do metrô Jd. São Paulo. A loja é enorme, tem vários andares e oferece inúmeros serviços, como locação de automóveis para noivas, pacotes fotográficos etc.

Subi para o primeiro andar, onde estão os vestidos para locação. Uma vendedora, loira, gorda e baixinha, falava ao telefone. Ela me viu, olhou nos meus olhos, mas se virou de costas, continuando a conversa. Uma outra vendedora, morena, de longe, também me olhou, e assim como a primeira vendedora, me ignorou. As duas trocaram meia dúzia de palavras e sumiram pela enorme loja, me deixando ali plantada.

Eu não sei se elas são mal educadas com todo mundo, ou se foi devido ao meu corpo gordo e o medo diante da dificuldade que certamente encontrariam para vesti-lo. Fiquei tranquila, porque eu precisava ficar tranquila, muito tranquila mesmo, e achar meu vestido de festa plus size rosa ideal. Não dava para dar piti naquele momento.

Eis que chegou um atendente homem, um pouco mais velho, também gordinho. Ficou indignado que ninguém havia me atendido ainda. E a reação dele me trouxe conforto. Expliquei o que eu queria. Ele imediatamente me levou para uma arara de vestido de festa para gordas, todos em tons de rosa claro.

“Meu, Deus! Meu destino é ser mesmo a Peppa Pig. Meu maior medo se tornou realidade!” – pensei.

Neste momento eu já sabia que não estaria lá para escolher o vestido que eu queria, mas o vestido que por milagre pudesse me servir.

O primeiro modelo que me foi apresentado, foi um vestido com muita cara de mãe de noiva, bem fechado no busto, com uma renda com cara de que já viu muitos e muitos casamentos pela frente. Sobre as rendas, pérolas brancas. O conjunto todo de rosa antigo, mais renda ultrapassada com pérolas aplicadas remetiam à uma mãe de noiva bem tradicional, conservadora e de gostos deveras antigos.

Expliquei isso ao vendedor, e ele teimou que não era vestido de velha não.

Olha, moço. Eu sou piriguete. Quero mostrar o decote!” – eu disse enquanto estufava o meu peito, com orgulho da comissão de frente que, em hipótese alguma, eu gostaria de esconder.

Ele insistiu tanto para que eu provasse, mas fui irredutível. Foi o primeiro vestido que ele pegou na arara e não queria ter o trabalho de buscar outro que combinasse mais comigo. Aquela primeira impressão que tive dele sumiu. Ele ignorou o que eu disse sobre minha personalidade e desejo, como se gorda não pudesse escolher, como se fosse obrigada a vestir qualquer coisa.

Separamos outros vestidos e encontrei um bem simples, tomara que caia, com o busto coberto com um pedaço de tule com brilho discreto. Não era o vestido dos meus sonhos, nem a cor que eu queria usar, mas provei. O vestido tinha uma boa qualidade, estava bem bordado, mas me apertava muito na axila. E como sou muito branca, fiquei com vergões vermelhos na pele rapidamente.

Improvisamos uma faixa para eu entender como ele ficaria fechado. O atendente me garantiu que poderia adaptá-lo para meu tamanho. De largura estava ótimo, mas a cava pequena, certamente se deve ao vestido de ter sido confeccionado para uma mulher de estatura mais baixa que a minha, por isso as cavas me apertavam na axila.

Experimentei outro vestido que nem me passou pelas coxas. Então, voltei ao primeiro vestido provado. Ok, não era o vestido dos sonhos, mas estava convencida que seria o que me restava. E, então, lá vem a surpresa. R$790 a locação. Isso mesmo!

Eu amo a Rúbia. Quero estar linda em seu casamento, não só por mim, mas por ela também. Mas r$790 em um vestido de festa locado? Neste momento, não dá! Afinal, além do vestido terei custos com maquiagem, cabelo, acessórios, calçado… E ainda corro o risco de queimá-lo com uma bituca de cigarro e ter que pagar uma multa daquelas!

Fiquei muito triste, mas descobri que existem lojas que vendem vestidos de madrinha plus size incríveis pela internet pelo mesmo preço de uma locação.

Lojas que vendem vestido de festa plus size rosa:

Nikkey

Pontos positivos: A loja faz vendas e locações. Outro ponto positivo é que ela tem uma unidade física na Av. Dr. Eduardo Cotching, 1862, Vila Formosa, São Paulo. Um sonho para quem gosta de provar antes de comprar.

Negativos: A maioria dos vestidos disponíveis na loja online tem apenas uma numeração disponível. E, assim como na maioria das lojas que pesquisei, com manequins pequenos do plus size. Alguns chegam até o 52, mas a maioria é manequim 46, 48, no máximo 50.

Valor médio: a partir de R$150 a locação do vestido curto, por 4 dias. Para vestidos longos, locação de R$300 a R$500. Mas a marca também vende.

Vestidos em tons de rosa da Nikkey, disponíveis para locação ou venda

LadyDress

Pontos positivos: Há uma infinidade de modelos de vestido de festa plus size rosa, com mangas, sem, decotados ou mais comportados, em inúmeros tons e estampas maravilhosas, para quem tem muita personalidade.

Negativos: Vende apenas online. A maioria dos vestidos só tem disponibilidade até o manequim 50. Eu mesma não poderia comprar nenhum desses abaixo, pois tenho 120 cm de busto, o que corresponde ao tamanho 52 da marca.

Valor médio: Há vestidos a partir de R$199,90 até R$899,90.

vestidos de festa plus size rosa, com estampa floral, da ladydress

Vestidos de Festa rosa estampados, da Lady Dress

J22 Plus

Pontos Positivos: Mais uma loja que você pode entrar, provar e comprar. A loja física fica na rua R. Xiririca, 953 – Vila Carrão, em São Paulo. Quem é de fora da cidade, pode comprar online. De todas as lojas de vestido de festa plus size, é a que eu mais encontrei variações de tamanhos. Há muitas opções até o manequim 56.

Negativos: A loja online não é muito otimizada. Por exemplo, eu pesquisei vestidos de festa longos e só abriu meia dúzia de opções. Os de festa estão dentro de uma categoria específica, que demorei a ver. Também não encontrei o endereço da loja física.

Valor médio: Bons vestidos de festa plus size custam de R$499 a R$899, em média.

Opções de vestidos de festa da J22, que vende até manequim 56

Tá na Mala

Pontos positivos: Embora seja uma loja online só de venda, localizada em Minas Gerais e sem loja física, tem modelos interessantes e com preços muito acessíveis. A maioria dos modelos tem em uma dezena de cores para você escolher. Só em tons de rosa, ela tem 3. Uma felicidade só! Inclusive, um dos modelos dela é como eu buscava: decotão, fenda e laço nos ombros em um tom de pink incrível.

Pontos negativos:  A marca fabrica somente até o manequim XGG, que equivale a 128 cm de busto e 138 cm de quadril. Não tem modelos com aplicações, brilhos e bordados, para as mais espalhafatosas.

Média de preço: R$300

Tá na Mala: opções de 10 cores a cada modelo de vestido de festa plus size

E você, conhece alguma loja que venda vestidos de festa plus size rosa lindos de morrer? Aquele vestido dos sonhos, que você compre por que ama e não só porque serve? Conta pra gente!

(Visited 164 times, 1 visits today)

Quer trocar relatos de experiências sexuais e tirar dúvidas com outras mulheres gordas? Entre no GRUPO SECRETO DO MULHERÃO, no Facebook, com entrada permitida apenas para mulheres: Clique aqui para acessar

MAIS MATÉRIAS INTERESSANTES